Weby shortcut

Pesquisas Relacionadas

Atualizado em 12/05/16 12:35.
Tráfico Internacional de Mulheres: Goiás - pensando a prevenção
Descrição: A proposta que se apresenta tem como objetivo principal contribuir na formulação de políticas públicas para o estado de Goiás no que se refere à prevenção ao tráfico internacional de mulheres.
Coordenadora: Profa. Dra. Telma Ferreira Nascimento Durães (acesse seu currículo)
Qual a legitimidade política da política pública? - Uma análise política e comparada do problema da separação na política pública: o caso da atenção primária à saúde em Goiânia
Descrição: O objetivo geral desta pesquisa é efetuar uma análise política inter-relacionada dos processos de decisão e de implementação da política de atenção básica à saúde de forma comparada. Estudaremos o caso da cidade de Goiânia, em dois distritos sanitários (Noroeste e Sudoeste), durante o atual governo de Paulo Garcia na Prefeitura (desde 2012), e o governo de Dilma Rousseff na Presidência (desde 2011). Trata-se também do período de formulação/lançamento e implementação da nova Política Nacional de Atenção Básica à Saúde (PNAB), publicada em 2012, bem como do lançamento do PMAQ e do Mais Médicos. Iremos analisar as principais tensões (limites e possibilidades) concernentes aos processos de decisão (macro e micro) e de implementação (gestão/implementação) da atenção básica à saúde, as quais produzem diferentes graus de separação e de aproximação entre ambos os processos da política pública. Nosso objetivo alvo é avaliar a magnitude do espaço de conflito existente entre ambos os processos da política pública, no atual contexto de democracia com estabilização/reestruturação econômica, tendo como caso a cidade de Goiânia. Para tanto, iremos estabelecer correlações analíticas entre dois conceitos-variáveis principais: ?modalidades de representação? na decisão (macro e micro) e ?níveis de identificação? na implementação. Estes conceitos-variáveis serão construídos e medidos levando-se em consideração as perspectivas dos atores e as capacidades objetivas das instituições, sendo posteriormente classificados em termos de ?modalidades? e de ?níveis?, aplicados a cada ator, nos dois distritos sanitários no período político estudado. Distintos ?níveis? e ?modalidades? serão ancorados (relacionados) a pontos do contínuo aceitação-rejeição, o qual representa probabilidades de se implementar as políticas públicas na prática (0%-100%). Estas probabilidades serão interpretadas como coeficientes de legitimidade da política pública. [Projeto aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFG. Registrado no CEP-UFG/CONEP-MS (26584514.3.0000.5083) e no Sistema de Acompanhamento de Projetos (SAP) da UFG] http://200.137.221.85/sc6/sap/pesquisas_con_publica/pesquisas_con_publica.php Projeto inserido na Rede de de Pesquisa de Atenção Primária (APS) da ABRASCO: http://www.rededepesquisaaps.org.br/ e Plataforma de Conhecimento sobre o Programa mais Médicos. 
Coordenadora: Profa. Dra Fabiana Saddi (acesse seu currículo)
O Programa Mais Médicos (PMM) na perspectiva dos atores da Estratégia Saúde da Família (ESF): construindo evidências que visam ao fortalecimento do PMM e da ESF ? Goiânia (2015), Vitória e Fortaleza (2016). (Rede de APS-ABRASCO e Plataforma de Conhec PMM
Descrição: Este sub-projeto de pesquisa objetiva utilizar a perspectiva dos atores de linha de frente da ESF para produzir evidencias mais contextualizadas sobre o PMM - mais próximas à realidade da ESF -, as quais se traduzem em evidências úteis e potenciais para elaboração de novas estratégias e ferramentas que visem ao fortalecimento do PMM, em particular, e da ESF em geral. Nosso objetivo geral é verificar se e de que forma os usuários e profissionais da ESF se identificam ou não com o PMM, levando em conta seus valores/interesses e instituições. Para tanto, iremos construir e explorar as relações existentes entre duas variáveis principais: ?níveis de percepção do impacto do PMM? (NPI) e ?avaliações das barreiras para a implementação da ESF?, na perspectiva dos usuários, gestores locais e equipes: médicos, enfermeiros e agentes comunitários (ACSs) Inserido na REde de APS-ABRSCO E Plataforma de Conhecimento do Mais Médicos: http://www.rededepesquisaaps.org.br/mais-medicos/. 
Coordenadora: Profa. Dra Fabiana Saddi (acesse seu currículo)
Acompanhamento e análise de decisões e das normas relacionadas com a saúde no congresso nacional, dentro da Rede Nacional de Pesquisa sobre Política de Saúde: Conhecimento para Efetivação do Direito Universal à Saúde/CNPq/ OBSERVATÓRIO DE ANÁLISE POLÍTICA
Descrição: Trata-se do sub-projeto 11 do Projeto Analise de Políticas de Saúde no Brasil (2013-2017) Projeto submetido à Chamada MCTI/CNPq/CT-Saúde/MS/SCTIE/Decit Nº 41/2013 Rede Nacional de Pesquisas sobre Política de Saúde: Conhecimento para Efetivação do Direito Universal à Saúde. -Observatório de Análise Política em Saúde (OAPS): vinculado ao Projeto Análise de Políticas de Saúde no Brasil (2013-2017) apoiado pelo CNPq e Ministério da Saúde (Chamada MCTI / CNPq / CT-Saúde / MS / SCTIE / Decit N º 41/2013) http://www.analisepoliticaemsaude.org/oaps/quem-somos/1/ Coordenação: Prof. Jairnilson Silva Paim, Professor Titular de Políticas de Saúde, ISC/UFBA, Pesquisador 1B-CNPq. 
Coordenadora: Profa. Dra Fabiana Saddi (acesse seu currículo
Listar Todas Voltar