Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
uf

NOTA DE REPÚDIO - CULTURA DO ESTUPRO

uf

 

Infelizmente, há apenas dezesseis dias, o OGDH lançou uma nota de repúdio referente a práticas machistas, racistas e homofóbicas presenciadas em torneio universitário de discentes da UFG. A menção do "infelizmente" diz respeito ao fato de que, passado tão pouco tempo, a UFG é palco de mais uma situação em que a cultura do estupro em nosso país traz medo, insegurança e indignação para toda a sua comunidade. Na noite do dia 14 de junho, relatos de um estudante da Faculdade de Comunicação nos levam a crer que houve abuso sexual contra uma mulher que foi deixada transtornada em um dos estacionamentos do campus II da UFG. Independente do que de fato ocorreu, não podemos adotar a mesma postura de muitos meios de comunicação, que falam em um "suposto" estupro. Até que fortes evidências demonstrem o contrário, houve sim um estupro e, sem dúvidas, há nas dependências do campus um constante sentimento de insegurança e vulnerabilidade frente a problemas estruturais (falta de segurança e de iluminação, por exemplo) e também sociais/culturais (vulnerabilidade da mulher frente a violências físicas, verbais ou simbólicas).

A pesquisa “Violências, conflitos e crimes: subsídios para a formulação da política de segurança da UFG”, coordenada pelo Necrivi (Núcleo de Estudos Sobre Criminalidade e Violência) – Faculdade de Ciências Sociais – UFG, já apresentou seus resultados à reitoria e toda comunidade acadêmica. É preciso que todxs xs representantes da UFG, sejam xs que estão relacionadxs à sua gestão, sejam xs que representam o corpo docente, discente e técnico, reflitam sobre os últimos incidentes e adotem uma postura crítica e atuante. Temos problemas estruturais (e suas resoluções são urgentes), mas também temos problemas sociais, culturais e éticos, e esses são os mais difíceis de resolvermos. A UFG não é uma ilha... Ela é um reflexo do que a sociedade brasileira vive. Mas ela também deve ser, como instituição de ensino, pesquisa e extensão, um eixo de discussão, reflexão e articulação em prol de efetiva propagação dos direitos humanos dentro de suas dependências e também fora dela. A foto aqui exposta é do Ato de Solidariedade à Vítima de Estupro, que ocorreu na manhã do dia 15 de junho nas dependências do campus II da UFG. 

Listar Todas Voltar